[ Blog ]

Minas – Berlin 2016 – Austauschprojekt

SambaSyndrom 2016 -

Relatos de uma viagem inesquecível
Impossível descrever com precisão os momentos vividos durante os treze dias dessa incrível viagem. Qualquer palavra usada, será pouca perante cada acontecimento, o que torna um trabalho difícil passar para o papel pelo menos um terço de tudo o que se passou.
Logo no início, a viagem superou todas as expectativas (que não eram poucas). A emoção já tomava conta desde o primeiro minuto em Berlim, quando a porta do aeroporto se abriu e vimos o Paulo Sommer acenando para nós do outro lado, com um sorriso cativante e ansioso, juntamente do diretor da academia Joachim Litty,  que estiveram do nosso lado em todas as horas, sempre muito atenciosos.
O dia seguinte foi marcado pela recepção calorosa dos refugiados que levavam sempre um sorriso no rosto e carinho sem igual, mostrando claramente a satisfação em nos conhecer, o que não era nada diferente do nosso lado. A alegria de estarmos todos juntos nos dava um adiantamento de quão intensos seriam os próximos dias.
Durante todos os dias, além de nos aproximar cada vez mais dos refugiados, conhecemos as crianças, seus professores, Paul Galonska e seus alunos e tantas outras pessoas incríveis que nos proporcionaram experiências intensas de trocas de conhecimentos,  de energias, de culturas, mas principalmente de abraços, sorrisos e tantas outras emoções.
Foram inúmeros instantes onde os sentimentos não cabiam mais no peito e escorriam pelo rosto, momentos que jamais me esquecerei. Tais como saber da história de vida e luta de cada um dos refugiados,  de quando nos contaram que as crianças não perceberam que falávamos um idioma diferente, pois isso nos mostra que a linguagem universal é o amor, amor ao próximo,  ao que fazemos, sem contar na despedida e tantos outros momentos.
Impossível não citar como esperávamos ansiosamente a hora de estar com cada uma das pessoas que conhecemos, que nos passavam energia suficiente para fazer o nosso trabalho com tanta alegria, dando destaque aos meninos dos grupo Crocodil que estiveram por mais tempo conosco, nos passando involuntariamente lições de vida e agregando valores a cada um de nós.
Não poderia deixar de agradecer ao Paulo por realizar esse projeto com tanta dedicação e tanto amor ao que faz, é nítido o brilho em seu olhar quando executa seu trabalho. Sabemos que encontrou muitas dificuldades pelo caminho, mas as enfrentou e não deixou que nenhum obstáculo atrapalhasse seus planos. Agradeço por todo esforço e paciência com a gente e mais ainda por me deixar conhecer um pouco mais de um ser cujo coração é tão grandioso e bondoso. Seu nome estará sempre em minhas orações para que alcance seus objetivos,  se realize e continue transformando o mundo por onde passa.
Sem dúvida voltei para o Brasil transformada,  inundada de sentimentos bons e aprendizagem .
GRATIDÃO!
Terei cada minuto eternizado em meu coração!  ♡♥
Ivy Mara Barbosa Silva(Meninos de Minas)
Emoção: “agitação de sentimentos, comoção, abalo afetivo ou moral.”
Eu fiquei repensando sobre muitas coisas desde a minha chegada ao Brasil, fiquei pensando como eu iria colocar em palavras todo esse turbilhão de sentimentos. E emoção foi a melhor definição para tudo isso.
Foram 13 dias além das minhas expectativas, dias de extremo aprendizado, de extremo cansaço, alegria, mas dias compensadores, compensadores por saber que estávamos ali, divindo alegria, histórias e conhecimento com pessoas diversas nacionalidades, que sem saberem nos transformaram e nos fizeram crescer ainda mais como ser humano.
Estar com os refugiados foi uma sensação que eu ainda não consigo explicar, ver em cada olhar a alegria, a gratidão, ver o cuidado, o amor que um tem pelo outro,é lindo. E  isso realmente me emociona. É impossível não se contagiar com a energia deles, impossível não querer dançar e se envolver com a dança e cultura local.
Quanto às oficinas, no início achei que seria difícil auxiliá-las por causa do idioma, mas foi surpreendente como tudo se encaminhou e que o idioma não nos causou nenhum impecilho para o resultado. E ouvir que que às crianças não perceberam que nós não falávamos a mesma língua foi incrível, só isso já pagou todo nosso cansaço.
A conclusão das oficinas foi linda, era impossível não se emocionar ao ver todos juntos no palco, aqueles que foram separados por diversos fatores, mas ali, naquele momento, estavam unidos pelo emoção, pelo amor, unidos pela música, que realmente é transformadora.
E Hoje, de volta ao Brasil, é impossível não voltar mais rico, mais rico com ser humano, mas rico de conhecimento, é impossível não olhar para as pessoas e coisas com mais sensilibilidade, impossível não dar valor às pequenas coisas, às pessoas, aos momentos mais simples. Eu gostaria muito de escrever páginas e mais páginas de relato sobre estes dias, mas tem coisas que a gente só consegue sentir.
(Iany, Meninos de Minas)
Pra mim ter passado esses 11 dias na Alemanha , foi a melhor experiência e melhor viagem da minha vida . Eu amei ter conhecido todos os refugiados e me emocionei com a história de cada um , o que fez com que eu pensasse sobre muitas coisas. A energia e alegria que eles passaram pra mim , foi a melhor coisa que me aconteceu,  eram eles que me davam força pra no outro acordar e tá lá todo gás e animação. E o Paulo , é um exemplo de ser humano pra mim , um homem que se dedica o tempo todo para dar apoio,  amor , carinho , atenção para todos nós.  É pai mesmo para todos , aquele que sempre tá lá sem a gente pedir , aquele que ampara e tá sempre com o sorriso no rosto transmitindo sua paz e serenidade . A oficina dada pra as crianças também foi incrível poder conviver com elas , poder sentir que elas gostavam do que estavam fazendo , e no final poder receber todo carinho recheado de abraços que eu nunca vou esquecer . E a nossa apresentação também que foi incrível , me emocionei o tempo todo no palco com a nossa energia e a energia que as pessoas passavam pra gente , dançando,  cantando e com os aplausos . Eu amei tudo que eu vivi com vocês,  foi a melhor coisa que me aconteceu nos últimos tempos.  Se eu pudesse estaria aí até hoje , abraçada com todo mundo….. foi Incrível.
Obrigada Paulo pelo projeto e por nos convidar a viver todas essas emoções com vocês.
(Paola, Meninos de Minas)

 Read    No Comments

More Posts

SambaSyndrom 2016

‘Orient meets Brazil’ beim SambaSyndrom 2016 im FEZ, Wuhlheide Datum und Uhrzeit Fri. 23.09.2016 15:00 h – Sat. 24.09.2016 18:00 h Zielgruppe Jugendliche (ab 11 Jahren) Dozenten Paulo Sommer (São Paulo/Berlin), Bruno Messias (Belo Horizonte, Brasilien) Beschreibung Inspiriert durch die Klänge unserer brasilianischen Gäste Meninos de Minas sowie den Einfluss des Orients durch Unbegleitete minderjährige [...]

 Read    No Comments

Bodypercussion LandesJugendCamp 2016 in Eberswalde

Trotz schlechten Wetters oder vielleicht genau deshalb und dank der sehr inspirierenden Lage inmitten des Familiengartens in Eberswalde war das LandesJugendCamp dieses Jahres ein ganz Besonderes. Zitat: “Ein Percussion Workshop mit dem brasilianischen Trommler Paulo Sommer bedeutet eine Stunde musikalischen Spaß mit vielen anderen gemeinsam: ob Body-Percussion oder Körpertrommeln, ob Campinggeschirr-Sinfonie oder „Bass in den [...]

 Read    No Comments

Pandeiro Austauschprojekt Bergamo-Berlin

Im Rahmen eines Austauschprojektes mit einer Gruppe Jugendlicher der “Associazione Italiana di Capoeira da Angola” und Catapora verbrachten wir gemeinsam zwei verlängerte Wochenenden sowohl in Berlin als auch in Bergamo, Italien. Es gab Intensiv-Workshops mit und rund um das Thema Pandeiro. Während des ersten Wochenendes in Berlin im Herbst letzten Jahres eigneten sich die Kids [...]

Schlagwörter:
 Read    No Comments

Samba Syndrom 2015 – All together now / catapora + freunde

Samba Syndrom Catapora Freitag abends auf der Samba Syndrom Bühne Workshop Präsentation am Sonntag Großes Dankeschön an den Team des Landesmusikakademie Berlin für so viele jahre SaSy und für alle schönen Begegnungen und Geschichten die daraus entstanden sind … Muito grato ao time da Landesmusikakademie Berlin por tantos anos de Samba Syndrom e por tantos [...]

 Read    No Comments

Samba Syndrom 2014 – Minas meets Berlin

Minas meets Berlin Die „Meninos de Minas“ sind aus einem Hilfeprojekt mit Freiwilligen entstanden, die den unterprivilegierten Kindern Selbstwertgefühl geben und Zugehörigkeitsgefühl ermöglichen möchten und Ihnen auch neue Perspektiven eröffnen wollen. Gegründet wurde die Initiative 2001. Die Kinder zwischen 14 und 17 Jahren besuchen Musikwerkstätten und bauen die eigenen Instrumente mit wiederverwendeten Materialien. Durch das [...]

 Read    No Comments

Catapora – Tag der offenen Tür im Konzerthaus Berlin

catapora Am Sonntag (11.05.2014) lädt das Konzerthaus Berlin zum Tag der offenen Tür ein. Auf der Open-Air-Bühne am Gendarmenmarkt präsentieren sich mehrere Preisträger des Berliner Landeswettbewerbs “Jugend musiziert“. Catapora hat ein weiteres Mal den ersten Preis in der Kategorie “Interkulturelle Perkussion” gewonnen und wird um etwa 14 Uhr auf der Bühne auftreten. Wir freuen uns [...]

Schlagwörter:, ,
 Read    No Comments

berlin drum company im Konzerthaus Berlin – Kindertag Südamerika

viel Spaß bei den Vorbereitungen zum Konzert gehab – mit den Musikers des Berlin Drum Company. Am 16.02.2014 in “WERNER-OTTO-SAAL” – „Que viva el ritmo!“ – „Um brinde ao ritmo!“ Südamerikanische Perkussionmusik berlin drum company

 Read    No Comments

DanceŃ Drums Delight

Einige Live-Aufnahmen von unsere Konzerte und Sessions.

 Read    No Comments

Earth

Earth from Klang-stelle on Vimeo. Peter Hoffmann – gitar Paulo Sommer – percussion Recording – Erik in guteshaus.de

 Read    Comments Closed